O que te falta é compromisso contigo

vania-duarte-handstand-lollytaste-blog

Eu inspiro-me para escrever muitas vezes nas mensagens que troco com as pessoas queridas que falam comigo no Instagram e há uns meses uma seguidora comentou comigo “o pior é que ninguém imagina o trabalho que isso deu” e automaticamente fez-se luz para este post. Ela falava da foto acima, de um pino que me saiu na India depois de 2 anos a trabalhar nele e quando li o comentário dela percebi que um dos grandes problemsa das redes é exactamente este, só contam uma parte da história. A bonita.

Muita gente questiona-me sobre o meu percurso

E sobre como cheguei a este estado de equilíbrio, e eu explico a todos com o máximo de carinho que chegar aqui foi fruto de muitos altos e baixos, de muitas tentativas mas acima de tudo, de compromisso comigo para sempre e sinto que apesar da maioria me entender, continua a existir aquele desejo que eu partilhe um segredo milagroso que ajude a atalhar as coisas.

Ora este comportamento acaba por se reflectir numa série de outros campos, como pessoas que saltam de nutricionista em nutricionista à espera de um milagre alimentar (eu própria já fiz isso), outras que começam todas motivadas a treinar e ao fim de 3 meses desistem porque os resultados baseados em fotografias de Instagram não chegam, ou tantas outras que me dizem que não conseguem praticar Yoga, mas na verdade não entendem que aquelas posturas bonitas que são vendidas nesta nova forma fashion de divulgar o Yoga precisam de tempo e respeito corporal para serem alcançadas (ou pouco juízo e um grande risco de lesão).

Sugestão
Eu já fui viciada em nutricionistas

Em Junho fiz um workshop no Ashtanga Cascais com o Peter Sanson

Um professor de Ashtanga incrível com quem tive a honra de explorar a minha prática durante 5 dias seguidos, e na palestra que deu, ele disse que praticar Yoga hoje em dia era algo muito complicado pela forma como a cada minuto somos bombardeados com novas posturas, novas fotos incríveis e novos incentivos a alcançar sempre coisas mais difíceis. Explicou que na altura em que ele começou a estudar na India, não havia internet, não havia forma de te comparares, e por isso não havia forma de quereres estar sempre em busca de algo novo sempre que alcançavas uma coisa. Para ele era normal se o professor o mandava só fazer saudações ao sol e depois ir para casa. Ela fazia, arumava as coisas, ia embora e no dia a seguir estava lá, comprometido. Mas hoje em dia, tudo isto se torna complicado, porque nós não estamos habituados a comprometermo-nos com algo e se algo não funciona no tempo que estipulamos, saltamos à procura de outra coisa.

E este exemplo é tão facilmente aplicado a tudo o resto, às constantes procuras de um plano alimentar milagroso, de um novo detox que funcione ou de uma nova dieta, porque alguém diz que descobriu uma melhor forma de ser saudável, às constantes buscas de um treino incrível que ajude a chegar aquele corpo que vemos numa determinada conta, e às constantes punições que muita gente se inflinge quando “falha” no suposto caminho perfeito ou saudável. Porque para muitos, esta coisa do ser saudável ainda se baseia no estar sempre na linha ou à mínima falha tudo se torna compulsivo.

Ora quando aquela seguidora comentou comigo sobre o trabalho que o meu pino me deu

É verdade, eu andei nos últimos dois anos a trabalhar diariamente para conseguir fazê-lo e mesmo assim ainda hoje, não é algo que acontece naturalmente. Por isso eu continuo comprometida em melhorá-lo todos os dias, tal como continuo comprometida comigo, com a minha saúde e o meu corpo dia após dia e por isso procuro alimentar-me da melhor forma possível. Tal como continuo comprometida com a minha prática, mesmo que existam dias em que o corpo está preso ou a vontade de esticar o tapete é zero. Porque isto de viver de forma saudável e equilibrada foi algo que eu assumi que queria levar para a minha vida para sempre. Porque compromisso tem de ser algo duradouro e não uma coisa de x meses até ao verão.

E era isto que eu gostava que as pessoas entendessem de uma vez por todas. O plano que o teu nutricionista te passou, o treino que estás a fazer, a prática de Yoga que começaste agora ou o teu trabalho de sonho necessitam acima de tudo de compromisso diário e de entenderes que as coisas por mais incríveis que possam parecer na internet não acontecem de um dia para o outro e que se é algo que tu queres realmente tens de aparecer, tens de lutar, tens de te comprometer. Porque mesmo hoje em dia que vivo em paz comigo, eu continuo a comprometer-me diariamente com esta promessa que me fiz de cuidar de mim.

A verdade é que não há segredos mágicos, kits detox, livros inspiradores, meditações transformadoras ou cristais divinos que funcionem se tu não interiorizares que seja o que for que tu desejas, precisas dessa coisa bonita e tão poderosa que se chama: compromisso.

RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.