É tudo uma questão de escolhas

mudar de vida ou de hábitos

Uma das coisas que mais me dizem por mensagem é que adoravam ter a minha força de vontade para acordar às horas pecaminosas que acordo e treinar. E eu entendo, porque a verdade é que apesar de eu ser uma pessoa muito matinal, custa-me muito levantar às 6 da manhã, especialmente agora que estão 5 graus na rua.

Podia dizer-vos que o segredo está em encontrar um desporto que nos apaixone

E sim ajuda muito praticar algo que gostemos, mas a verdade é que isto da força de vontade nada mais é do que escolha, pura e simplesmente uma escolha que eu faço quando me levanto todos os dias às 6 da manhã para treinar. E eu sei que provavelmente estariam à espera de toda uma dissertação incrível sobre força de vontade e frases motivadoras à lá coach mas a verdade é esta: tudo se resume a escolhas.

 

Sugestão
Ninguém te diz que a cabeça é a última coisa a mudar

 

Não há um grande segredo para se alcançar uma vida equilibrada sabes? No fundo acaba por ser algo tão simples como escolher o melhor para ti  todos os dias da tua vida. Porque quando escolhes fazer uma dieta com prazo de validade estás a enraizar na tua alma que só até ali aquele mês é que investes em ti. Porque quando escolhes fazer a dieta da amiga, treinar que nem uma louca no início do ano para em Março desistires e voltares em Maio porque é quase Verão estás no fundo a escolher olhar para ti às metades. E nada, nada nesta vida equilibrada se faz de metades.

Eu não sou mais forte nem mais capaz eu simplesmente escolho.

Escolho todos os dias treinar em vez de ficar na cama. Escolho comer de forma saudável e escolho também comer de forma menos saudável. São escolhas e nós temos de ser adultos e lidar com elas. Chega de vitimização, do a culpa é do natal, do aniversário e das férias. Nenhuma destas épocas te mete a comida na boca, és tu que escolhes fazê-lo por isso tens de ser capaz de  lidar com as consequências das tuas escolhas.

A minha relação com a comida durante anos foi péssima, a comida era  – e às vezes ainda continua a ser – o meu escape emocional e por isso quando eu escolhi curar-me eu sempre tive a consciência que este trabalho tem de ser feito a vida toda, por isso eu preciso de escolher-me todos os dias e é o que faço, porque aqui onde estou hoje, graças às escolhas que fiz e faço todos os dias a vida é muito mais tranquila e eu gosto mesmo de cá estar. Neste lado da paz.

 

Janeiro 14, 2019

RELATED POSTS

2 Comments

  1. Responder

    Daniela Soares

    Janeiro 27, 2019

    Eu trabalho na área da saúde e por isso todos os dias me deparo com pessoas com hábitos menos saudáveis e a maioria com excesso de peso. Sou incapaz de ficar calada, especialmente porque enquanto profissional de saúde acho que é esse o meu dever, tendo claro está o cuidado de adaptar o discurso à pessoa que tenho à minha frente. No dia 31 de Dezembro apareceu-me uma senhora de 60 e tal anos (reformada e com muito tempo livre) para fazer um exame, com excesso de peso que se via ser o causador de uma respiração diferente e de uma locomoção dificultada. Comecei a questionar a senhora sobre tudo isto mas como sempre as respostas que ouço são “mas eu só como fruta! Mas eu já como tão pouco, não posso comer menos…”. Depois de aconselhar um pedido de ajuda especializado na área da nutrição falei-lhe nas caminhadas que poderia dar já que estamos numa cidade à beira mar e com óptimas condições para simplesmente caminhar ao ar livre e com vista para o mar. Eram 10 horas da manhã, estava um sol maravilhoso e por isso disse-lhe que poderia aproveitar para o fazer já quando saísse da clínica ao que a senhora me responde “ai não, hoje já não, agora no ano novo eu começo com isso”. Resumindo, escolher o melhor dá trabalho mas é preciso fazê-lo e não deixar constantemente para amanhã. Esta senhora que não é caso único, não precisava de acordar às 6 horas da manhã nem precisava de ir correr a maratona, era só aproveitar um passeio de cerca de 2 km com uma vista maravilhosa para o mar e um sol quentinho de Inverno que de certo lhe ia fazer bem ao corpo e à alma. Mesmo assim optou por ir para casa, sentar-se no sofá com um pacote de bolachas e a televisão em frente…

    • Responder

      vânia duarte

      Fevereiro 11, 2019

      “Resumindo, escolher o melhor dá trabalho mas é preciso fazê-lo e não deixar constantemente para amanhã.” é tão isto Daniela. As pessoas precisam de entender que a saúde é um compromisso diário e está nas nossas mãos fazer tudo o que está ao nosso alcance para melhorar a nossa qualidade de vida. Obrigada por esta aprtilha tão importante.

LEAVE A COMMENT

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.