Blogging for a Cause 2018: É isto o Natal

blogging for a cause 2018

Começo já por avisar a navegação que vão ser muitos os posts que vão surgir aqui no blogue sobre o Blogging for a Cause 2018, porque a verdade é que aquilo que eu e as minhas 4 parceiras fizemos no passado sábado merece ser partilhado vezes sem conta.

A verdade é que esta segunda edição do Blogging for a Cause foi extremamente desafiante e levou-nos a ter alturas de alguma descrença no mundo em geral. No início de Novembro tivemos um grande contratempo que chegou a colocar em causa a realização do Blogging for a Cause, isto quando já tínhamos muitos bilhetes vendidos, mas felizmente temos à nossa volta pessoas muito boas, que acreditam tanto neste projecto como nós e que nos deram a mão, os braços e o coração para que esta edição fosse para a frente. E isto só provou que a lei do retorno é cada vez mais uma realidade e quando tu dás tudo de ti com verdade só podes receber o mesmo amor.

E aquilo que aconteceu no sábado fui pura inspiração.

Talvez por termos vivido algumas semanas complicadas antes do evento, acho que todas nós vivemos o passado sábado de uma forma muito mais intensa e orgulhosa daquilo que criámos completamente em pro-bono.

Porque é importante referir isto, nós as 5 damos a alma e o corpo por este evento mas isto não é o nosso trabalho. Tudo isto sai-nos do corpo fora das nossas horas de trabalho, seja durante o fim-de-semana ou durante a semana. Tudo isto só acontece porque nós acreditamos mesmo que é possível usar a influência digital para fazer tão mais do que se faz.

E gosto de deixar isto claro, porque nós falamos muitas vezes que o espaço é cedido, o lanche é oferecido, os oradores oferecem tempo e conhecimento e muitas vezes esquecemo-nos de referir que para além disto tudo, este evento só acontece porque nós as 5 começamos a trabalhar nele no Verão, dando toda a nossa energia e tempo pessoal, para que no fim consigamos todos ajudar realmente quem mais precisa.

Sugestão
Há uma vida antes do Bloggers Camp e outra depois!

E mais uma vez conseguimos.

Conseguimos provar que toda a obsessão por números e likes não passa de uma tontice. Que números de seguidores não dizem absolutamente nada sobre a tua voz e poder digital e que não é preciso vender a alma ao diabo  – ou a 50 marcas e todos os dias publicar uma porcaria diferente qualquer – para se fazer bem e diferente. E toda esta conversa pode até soar a snob, mas se querem saber estou-me um bocado nas tintas, porque eu Vânia Duarte juntamente com as minhas parceiras podemos dizer isto e muito mais, porque numa altura de cópias, criámos algo único em Portugal, onde pelo segundo ano consecutivo ajudámos projectos que desenvolvem um trabalho maravilhoso. E não precisámos de ser super famosas, ou de comprar likes, seguidores ou promover mil descontos para o fazermos.

Porque isto é que é a verdadeira influência digital. É deixar uma marca em quem te segue, é construir uma comunidade forte que acredita na tua voz, é pegar na possibilidade que o digital nos dá de chegar a mais pessoas e usá-lo para tornar o mundo um lugar um bocadinho melhor, é acima de tudo esquecer um bocadinho o ego de se ser um “insta famous coiso” e pensar mais no que podemos melhorar à nossa volta.

O que fizemos sábado foi muito mais do que um simples evento.

Foi juntar pessoas que quiseram ganhar inspiração para 2019, dando-lhes ferramentas poderosas para que mudem nem que seja uma coisa em si ou na sua vida no próximo ano, foi juntar oradores maravilhosos que vieram para nos encher de ensinamentos, foi ajudar instituições que fazem um trabalho tão nobre e bonito nas suas áreas de intervenção e foi permitir que o Projecto Solidário Bebé e Criança Feliz – um dos projectos que escolhemos – possa finalmente constituir-se como associação depois estarem praticamente a desistir de continuarem o seu trabalho, por causa da burocracia portuguesa. Meus amigos, isto sim é a verdadeira influência digital e espírito de Natal.

Sugestão
5 razões para participares no Blogging for a Cause

E eu sei que falo muito nesta coisa da influência digital, mas já vos disse muitas vezes que me levo pouco a sério neste mundo e não me considero nem de longe nem de perto uma influenciadora de nada. E ainda bem, porque na verdade eu só quero ser a Vânia Duarte, que adora este blogue, que adora cada vez mais a comunidade bonita que está a construir e que continua a acreditar que não são as redes sociais que nos fazem mal, são as pessoas que as usam com valores trocados que tornam isto tudo um mundo estranho.

Obrigada a quem foi ao Blogging for a Cause 2018. Obrigada a quem não foi e contribuiu, obrigada aos nossos familiares por nos apoiarem durante meses na organização deste evento e obrigada às minhas 4 mosqueteiras por serem as melhores amigas/parceiras que poderia ter.

RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.