Mudar de vida (ou de hábitos)

mudar de vida ou de hábitos

Há uma coisa que deves ter presente na tua cabeça quando decides que queres mudar a tua vida, os teus hábitos ou a forma como tratas o teu corpo e que é: Mudar é incrível mas dá muito trabalho.  E acima de tudo uma mudança profunda tende a demorar bastante tempo.

Durante os muitos anos em que fiz dietas atrás de dietas à procura do meu corpo de sonho eu estipulava x meses para que essa mudança se desse. Se estava no início do ano prometia que até ao Verão é que era, se estava em Setembro, prometia que iria chegar à passagem de ano super fit e durante anos o meu comportamento foi um ciclo vicioso de promessas atrás de promessas. Nem sempre as quebrei essa é que é a verdade. Houve alturas em que de facto me mantive ali focada naquele tempo que tinha estipulado para acontecer mudança. E o corpo mudava claro está, mas não à velocidade que eu queria e muito menos para a forma que eu imaginava que ia ter quando chegasse lá, ao final da meta que eu tinha estipulado como prazo para obter o corpo de sonho.

E era exactamente aqui que residia o problema

Nas metas que eu colocava e nos objectivos utópicos que eu tinha, porque apesar de haver mudança nunca eram suficientes para aquilo que eu achava que devia ter alcançado, então começavam as constantes comparações com fotografias de antes e depois que via na internet, depois seguia-se a frustração e com isto as compulsões alimentares –  a minha forma tão típica de lidar com frustração pessoal.

Acabei por viver 15 anos assim. 15 anos em que tive alturas em que estava com um corpo incrível e outras em que estava com mais peso, inchada, triste e sem alma, onde comia descontroladamente para me punir por não ter sido forte o suficiente para alcançar os meus objectivos, e acabava por me esquecer do mais importante, celebrar as mudanças que tinham existido até ali e acima de tudo…. continuar a caminhar.

E este é o maior ensinamento que te posso dar

Nesta coisa de querer mudar de vida, de querer ser mais saudável e acima de tudo de encontrar paz alimentar. Mudar nunca é linear nem fácil. Mudar requer muito compromisso da tua parte e muita resiliência. Porque vão haver alturas em que mudar se torna uma tarefa muito lenta quase ao passo de caracol. E também vão haver alturas em que vais tomar decisões que te irão desviar levemente do teu caminho e é exactamente aqui que é posta a prova a tua capacidade de voltar ao teu caminho anterior ou ficares ali a lamentar-te por teres falhado. Nada, absolutamente nada na vida corre da forma como esperamos. Às vezes corre melhor outras pior e é a forma como conseguimos adaptarmo-nos a estas contrariedades que nos torna mais ou menos capazes de seguir com o nosso objectivo.

E é por isso que tens de ter isto bem presente na tua cabeça  – e no coração – mudar dá muito trabalho, é cansativo e às vezes desmoraliza, mas mudar é muito, muito bom, por isso mesmo nos dias em que sentes que já não és capaz de seguir caminho, continua. Podes até caminhar mais devagar, podes até ir a arrastar as pernas, mas nunca em momento nenhum desistas de ti nem da tua mudança.

RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.