Como cuidar de um gato Fiv positivo?

cuidados com um gato FIV positivo

Desde que escrevi um post sobre o Robin e o facto de ser fiv positivo, não imaginam a quantidade de mensagens que recebi. E ainda recebo a colocarem-me questões sobre esta doença. Acabei por descobrir que um dos meus posts sobre a doença estava muito bem posicionado no ranking do Google. E por isso, estavam a chegar até mim, pessoas de outros pontos do mundo. Felizes por saberem que eu tinha adoptado um gato com esta doença, que tenho outro gato não FIV e que continua negativo e acima de tudo que falo da doença de uma forma bastante clara.

E isto enche-me o coração juro-vos.

Porque se há coisa no qual eu visto mesmo a camisola é em desmistificar esta doença, para tentar, com que mais pessoas adoptem estes animais. E percebam, que apesar da doença que carregam, com os devidos cuidados eles podem viver muitos e muitos anos. E sim, como já disse antes, podem morrer. Mas infelizmente todos morrem. E o caso mais dramático foi o do meu Pablo. Que aos 4 anos de idade faleceu por negligência médica, tendo sido sempre saudável.

Ora todas as pessoas que conhecem o Robin, não acreditam que ele esteja doente.

As perguntas que mais me fazem é se tenho mesmo a certeza, porque não parece nada. E que tipo de cuidados um gato Fiv positivo precisa. Eu fico sempre muito orgulhosa, quando mostro às pessoas que um gato fiv positivo em fase assintomática da doença, é um gato como qualquer outro. Brinca, come e dorme imenso. E fico ainda mais orgulhosa porque o Robin é um gato lindissimo. Que rouba o coração de quem se cruza com ele pois é extremamente sociável.

Como há uns tempos, recebi um email de uma rapariga que descobriu recentemente que o gato dela tinha FIV e estava com muitas duvidas, resolvi fazer um post sobre como cuidar de um gato fiv positivo para vos inspirar. E caso estejam à procura de um patudo, talvez consideram a hipótese de dar uma oportunidade a um animal com esta condição. Como já disse várias vezes eles são eternamente agradecidos quando vocês lhes dão a mão.

Ora um gato Fiv positivo precisa essencialmente de:

gato com fiv positivo adoptar

 

1 – Comida de boa qualidade

Bem na verdade precisam todos certo? Se pensarmos que a alimentação –  seja em humanos ou em animais – é uma das melhores formas de prevenir e tratar de doenças, percebemos que uma alimentação de qualidade é essencial para manter a saúde do animal. Aqui em casa nós fazemos um mix entre ração seca e comida cozinhada que eles adoram. Normalmente cozemos pescada (ficam malucos). Ou carnes magras como frango ou peru dando sempre preferência a produtos biológicos e de melhor qualidade.

Outra coisa que os dois adoram são as latinhas da Schesir. Uma marca de produtos naturais com uma grande variedade e que tem uma composição nutricional muito boa. Por isso, sempre que queremos oferecer um mimo só usamos desta marca.

Uma das coisas que mais me perguntam é se o Robin toma alguma medicação, como vitaminas ou outra coisa. De momento o Robin não toma nada. O ano passado começou a tomar um medicamento para fortalecer o rim (porque é o calcanhar de aquiles dele) mas reagiu mal. Então com a decisão da veterinária parou-se. Como ela disse, ele está muito bem e portanto quando menos coisas lhe dermos melhor e com os devidos controlos vai-se adaptando o que for necessário.

 

2 – Um ambiente calmo para viver

Gatos com Fiv positivo têm essencialmente o sistema imunológico mais fraco e qualquer coisa os pode afectar de forma mais forte do que a um gato saudável. Ora o stress é uma das maiores causas de baixas imunológicas que existe. Por isso é importante que o ambiente onde o gato vive seja tranquilo. Que ele se sinta bem e amado e não tenha que disputar comida ou espaço para dormir por exemplo. Outra coisa bastante interessante é a possibilidade de apanhar ar. Aqui em casa percebemos desde cedo que estes dois adoram a varanda e como o Luke é meio maluco colocámos uma rede na varanda para lhes dar livre acesso.

Na altura falei com a veterinária se havia algum problema do Robin ir à rua por se poder constipar por exemplo. Ela disse que pelo contrário, é importante a renovação do ar tanto no espaço como nos pulmões deles. E por isso apanhar sol e ar fresco ajuda-os a reforçar o sistema imunológico e deixa-os mais felizes.

como cuidar de um gato positivo a fiv

3 – Estar sempre atento a algum potencial sinal de baixa de imunidade

Já contei aqui que quando adoptámos a nossa dupla, o Robin reagiu super bem à mudança. E andava pela casa como se fosse tudo dele. Ora a veterinária já nos tinha avisado que podia haver uma baixa de imunidade por causa da mudança. Ora passado uns dias reparei que ele estava a lacrimejar muito e levei-o ao médico. E aí, foi diagnosticada uma conjutivite muito no início que foi facilmente tratada. Portanto o importante num gato Fiv positivo, é estar sempre atento. E a qualquer mudança de comportamento temos de os levar ao veterinário. Depois consoante o gato e o estado da doença há controlos que precisam de ser feitos. Por exemplo quando adoptámos o Robin já sabíamos que ele tinha um rim fraco. Nele é aqui que a doença se manifesta.

Tal como a veterinária me explicou no último controlo, o Fiv felino normalmente escolhe uma parte especifica para se manisfestar. Há gatos com problemas nas gengivas, outros no estômago e o Robin tem um rim mais fraco. Portanto desde que o adoptámos ele faz controlos apertados de 6 em 6 meses. Onde são feitas análises e ecografia para se monitorizar o estado do rim. E conseguir-se actuar caso existam mudanças significativas.

 

4 – Encontrar um bom veterinário que tenha conhecimento sobre a doença

Esta é mesmo importante. Da mesma forma que queremos os melhores médicos a cuidar de nós, temos de querer os melhores médicos a cuidar dos nossos patudos. Isto é fundamental, não só para nos sentirmos seguros como para darmos os  melhores cuidados aos nossos pequenos. Um veterinário que tenha bastante conhecimento sobre a doença. E que procure estar sempre actualizado sobre fiv positivo, acaba por nos dar uma maior confiança. A verdade é que gatos fiv positivo podem viver muitos e longos anos com os devidos cuidados. E por isso é importante que a pessoa que escolhem para cuidar do vosso patudo, trace um plano de acompanhamento detalhado.

 

E pronto, penso que assim numa vista geral estas são as 4 coisas mais importantes que um gato fiv positivo precisa. Claro que a mais importante é amor. Mas isso precisam todos, e é sempre importante reforçar que os gatos não são todos iguais. E que o Fiv não se manifesta de forma igual para todos. Esta doença está a ser desmistificada e é importante que mais pessoas decidam dar a mão a estes animais.

 

Estas fotografias maravilhosas do Robin foram tiradas pela incrível e muito talentosa Tânia Carvalho 

RELATED POSTS

4 Comments

  1. Responder

    Joana Sousa

    Maio 11, 2018

    Este post é ouro! O meu Bao, que adoptei agora em Março, também é FIV positivo – vai agora fazer umas injecções para estabilizar porque só agora a veterinária considerou que seria seguro, mas é um gato cheio de energia e boa disposição. E está a melhorar de aspecto a olhos vistos desde que o trouxe do abrigo 🙂

    E deixa que te diga: o Robin é LINDO!

    Jiji

    • Responder

      vânia duarte

      Maio 11, 2018

      oh meu deus que boa notícia <3 fico tãooooo feliz que tenhas adoptado um fiv positivo, opaaaaaaaaaaaaaaa <3 Eles ficam lindos com amor e cuidados, o Robin está tão diferente, o pelo dele parece veludo 🙂 Que o Bao seja muito feliz e obrigada por teres escolhido um gatinho fiv <3

  2. Responder

    Joana Sousa

    Maio 11, 2018

    Olha, nem foi propositado – mas já desconfiava! Só tive a confirmação na primeira visita ao veterinário. Infelizmente o abrigo onde o fui buscar não tinha as melhores condições e de facto os gatinhos não tinham o aspecto mais saudável do mundo. Mas ele escolheu-me e por isso passou a ser o meu companheiro – e eu vou fazer o melhor que puder para que ele esteja fresco, fofo, e cheio de força! <3

    • Responder

      vânia duarte

      Maio 11, 2018

      é uma história de amor <3 e eu tenho a certeza que vai durar muitos e bons anos, porque o amor salva 🙂

LEAVE A COMMENT