6 coisas que aprendi com isto de perder peso físico e emocional

como perder peso lolly taste blog

Perder peso tem muito que se lhe diga. Quem diz que é fácil mente. Quem diz que é impossível, quer muitas vezes deitar-te abaixo. Quem diz que é possível mas dá trabalho fala com toda a verdade.

De facto desde a miúda gordinha com muito pouca auto-estima, até à mulher que há 3 anos decidiu fazer reeducação alimentar  vai uma longa distância. E apesar de ter aprendido muita coisa, a verdade é que acabei por descarrilar o ano passado nisto de ser saudável e rendi-me às compulsões. E gosto de relembrar isto, porque é importante que percebam que eu não sou mais forte nem mais capaz do que vocês. E que sim também falho. Mas procuro sempre aprender com tudo o que me acontece, mesmo que às vezes seja difícil para caraças.

Eu já tive bastante peso é um facto.  Mas também já tive pouco e não era feliz. Porque há muito esta ideia de que as pessoas magras são felizes e nem sempre é assim. Apesar de nos últimos anos o meu peso andar na casa dos 50, eu sempre fui muito volátil nisto. E fui várias vezes do 50 ao 58, por comer em demasia ou por comer pouco. E foram estes altos e baixos que efectivamente me ajudaram a chegar a onde estou hoje. Com um peso estável, mas mais do que isso em paz com o meu corpo e com a imagem que é reflectida no espelho.

E são essas coisas que eu acho que valem mesmo a pena partilhar. Mesmo que não sejam fáceis de ler e que nos mostrem que este tipo de caminhada nunca é linear, sinto-me verdadeiramente grata por tudo o que tenho aprendido. E se o ano passado odiei-me por ter falhado neste projecto de me amar e procurar o melhor para mim, hoje em dia percebo que a minha grande mudança pessoal aconteceu exactamente por eu ter caído em 2016.

Sugestão
Este amor que me tenho já ninguém me tira

1. Tudo depende de ti.

Esta é provavelmente a maior verdade. Podes munir-te do melhor nutricionista, inscreveres-te num super ginásio e teres ao teu lado um excelente PT, se não tens força de vontade, foco e acima de tudo disciplina para seguires o teu plano alimentar, para não faltares aos treinos mesmo que chova ou faça frio,  e acima de tudo para teres a capacidade de admitir perante todas estas pessoas que a culpa do plano não estar a resultar não é deles, mas sim de todas as vezes que deste só uma facadinha, garanto-te que nunca vais sair do mesmo sítio. A verdade é só uma, todos estes profissionais dão-nos as ferramentas para podermos construir o nosso caminho, mas o trabalho duro tem de ser nosso.

2. Perder peso é muito mais do que números. Tens de largar a tua bagagem emocional.

Durante anos eu fui obcecada com números. Quis durante muito tempo pesar 50 kilos. E sim consegui, mas quando lá cheguei não me senti satisfeita e quis perder mais. Cheguei a pesar 48 kilos e a ser muito infeliz. Porque o problema não estava nos números mas na forma como eu os via. Cada vez acredito mais que uma transformação corporal precisa de ter aliados três factores: uma alimentação equilibrada, exercício e acompanhamento interior. A verdade é que de nada te vale teres o melhor plano do mundo se continuas a encarar a comida como prémio. E acredito que esta é das maiores falhas. Não tratares a tua fome emocional como escrevi há uns meses neste post. 

3. Falta de tempo não é desculpa. Quando se quer consegue-se.

Esta é outra verdade irrevogável. O dia tem 24h e se fores a pensar o tempo que muitos de nós perdemos nas redes sociais, vais ver que bem gerido conseguias aplicar isso a uma hora de treino. Acorda mais cedo e vai treinar. Se não tens possibilidades de ir para um ginásio, porque não o fazes em casa? E a hora de almoço? Já pensaste em procurar um ginásio perto do teu trabalho e rentabilizar essa hora? Para quem tem filhos, sabiam que há muitos ginásios e boxes de crossfit que vos deixam levar as crianças? Enfim, volto a dizer o dia tem 24h e se as soubermos gerir dá para tudo.

Sugestão
E tu, já olhaste verdadeiramente para ti hoje?

4. Perder peso demora tempo.

Falo de perder peso com qualidade, onde todas as refeições têm os nutrientes necessários para manter o corpo funcional. Não de dietas detox em que bebem sumos durante 3 dias e depois de perderem muita água e massa muscular, estão mais leves. Ou então recorrerem a suplementos milagrosos tal como partilhei contigo no início do ano,  que só vos emagrecem a carteira.

Perder peso com saúde dá muito trabalho e requer paciência, especialmente quando já não tens assim tanto a perder. O corpo é esperto e ao final de um tempo habitua-se à quantidade de comida que lhe dás, portanto se lhe dás pouca ele queima pouco para se resguardar. É preciso ter calma e aceitar que vão haver alturas em que simplesmente nada acontece, faz parte. Não é a melhor coisa de se ler mas é mesmo a verdade.

5. Para perder peso tens de aceitar que vão haver falhas

Sempre que eu começava uma das mil dietas que fiz para perder peso ia cheia de confiança. Saia do consultório do nutricionista cheia de confiança que agora é que ia ser e começava com toda a força. A verdade é que me sentia mesmo invencível e enquanto estava com este mood tudo corria sobre rodas. Cumpria o plano à risca, treinava bem e aos poucos o meu corpo ia mudando. A questão é que eu sempre usei os planos alimentares como um penso que colocava numa ferida, mas como não a tratava como deve ser ela voltava a abrir. E quando acontecia eu descambava.

Falhas fazem parte e tens de aprender a lidar com elas sem mandar tudo para as urtigas. Aprender a gerir as emoções e as expectativas é um trabalho muito moroso e às vezes algo inglório mas precisa de ser feito. Porque falhas vão acontecer quando menos tiveres à espera. E viver numa vida em que ou corre tudo bem ou então tudo descamba é muito doloroso.

Sugestão
Parabéns Janeiro terminou e tu cumpriste o detox. E agora?

6. Se perder peso é difícil, mantê-lo é ainda mais

Oh diabo, se isto não é das afirmações mais certas de sempre. Sim, nós sabemos que fazer dieta não é fácil. Mas para mim o pior é mesmo quando chegamos ao desejado e depois temos de o manter. Principalmente porque muitas pessoas acham que depois de alcançarem o peso desejado, vão poder voltar a comer como antigamente. E está totalmente errado.

Se começas a fazer uma dieta tem de ser acima de tudo para trocares os teus hábitos por outros novos. Mais saudáveis e que te dão resultados. Portanto porque haverias de querer voltar aos antigos? Equilíbrio é provavelmente a coisa mais difícil de se conseguir numa manutenção de peso. Mas é certamente a mais importante para manteres aquilo que tanto te custou a alcançar.

 

RELATED POSTS

4 Comments

  1. Responder

    Carolina Franco

    Dezembro 20, 2017

    Concordei com cada palavra escrita. Um post bem real! É como digo, a dieta é apenas algo que fazemos numa semana e na outra semana já acabamos, agora a reeducação alimentar é para a vida toda (quando a sabemos manter) pois ao mudarmos os nossos hábitos alimentares, por mais difícil que seja no início, sabemos que estamos a comer saudável e com um pouco de treino no ginásio ou até mesmo em casa, chegamos ao peso que queremos. É claro que, dizer e fazer são coisas totalmente opostas e fazer é bem mais difícil do que dizer, mas com alguma motivação vamos lá. Beijinhos

    • Responder

      vânia duarte

      Dezembro 21, 2017

      é mesmo isso carolina, muitos de nós sabemos a teoria mas depois colocar em prática é mais dificil e aqui é que reside o problema. Para além de que muitas pessoas começam as dietas com prazos de validade e uma alimentação saudável tem de ser para a vida toda. beijinhos

  2. Responder

    sonia rodrigues

    Dezembro 22, 2017

    tu és uma força da natureza a sério. obrigada por estas partilhas tão pessoais e incríveis que fazes.

    • Responder

      vânia duarte

      Dezembro 22, 2017

      muito muito obrigada pelo carinho 🙂

LEAVE A COMMENT

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.