4 coisas que aprendi ao organizar o Blogging for a Cause

rute caldeira uma dieta espiritual blogging for a cause

Chegam hoje ao fim, os posts sobre o Blogging for a Cause. Eu sei que a semana por aqui foi “só” sobre o evento, mas eu tenho tanto orgulho no que nós as 5 conseguimos fazer, que apetece-me muito falar sobre este projecto.

E a verdade é que o blogue também andou parado nos últimos tempos, exactamente por causa da organização do Blogging for a Cause. Porque entre trabalhar o dia todo e organizar todo este projecto, acabou por sobrar pouco tempo para me dedicar por completo ao Lolly Taste. E eu acredito que às vezes temos de abrir mão de algumas coisas para fazer brilhar outras.

Ora o último post sobre o Blogging for a Cause, vai ser sobre isto, de organizar um evento. Eu era completamente novata nisto de meter um evento a mexer. Aliás a pessoa com mais experiência é mesmo a nossa Catarina Alves de Sousa que já está mais do que vacinada com a organização do Bloggers Camp. Por isso desde Julho até Novembro, foram vários meses de grande aprendizagem. Eu sinto que efectivamente correu tudo muito bem para um primeiro evento. Por isso, decidi partilhar com vocês, as coisas que realmente aprendi, ao organizar o Blogging for a Cause.

blogger andreia moita blogging for a cause

1 – Tem sempre na equipa, alguém que domine as chamadas telefónicas como um ninja.

Eu assumo que odeio falar ao telefone. A minha família e amigos sabe isto já há muito tempo. Ora falar com quem não conheço, é um tormento ainda maior. Durante a organização do Blogging for a Cause, tivemos de falar algumas vezes ao telefone, especialmente com os parceiros, pois era a forma mais fácil de agilizar tudo.

Ora isto só aconteceu porque a Andreia Moita é a mestre dos contactos telefónicos. A rainha e ninja da comunicação. Assim que a Andreia pegava no telefone para contactar alguém, vinham boas notícias de certeza. E por isso ela acabou por ser, a nossa principal ponte com os parceiros. E ter alguém assim na equipa vale ouro. Porque as marcas recebem mil emails por dia a pedir mil coisas, por isso às vezes, um telefonema faz mesmo toda a diferença.

modern foodies comida saudável blogging for a cause

2 – Organizar um evento tira-me a fome

Vocês podem não acreditar, mas eu no dia do evento pouco comi. Faltava cerca de meia hora para começar, quando fui comprar uma baguete de atum e ovo. E só me voltei a lembrar dela, por volta das 14h45,  já o workshop da Rute Caldeira estava a terminar. Dei 3 dentadas na sandes e não sei porquê não consegui comer mais. Depois disso pouco comi. E sim, tínhamos snacks deliciosos oferecidos pela Fruut e pela Iswari, e um lanche de cair para o lado da Modern Foodies, mas o máximo que comi foram duas empadas,  uma de legumes e outra de maçã.

Quem esteve comigo sabe que eu estava nervosa. Comecei o dia ansiosa. Montei o evento ansiosa. Recebi os participantes ansiosa e só a meio é que consegui efectivamente relaxar. Mas estive sempre em pé. Sempre de um lado para o outro. Sempre preocupada em saber se tudo estava efectivamente a correr bem. E exactamente por causa disso, ganhei uma grande dor de corpo e pouca vontade de comer. Infelizmente é a forma que o meu corpo reage quando eu estou nervosa.

evento solidário blogging for a cause

3 – Só me apercebi do sucesso do Blogging for a Cause algum tempo depois

Durante o dia, foram várias as pessoas que nos diziam que estavam a adorar e que estava a ser incrível. No final do evento foram várias as pessoas que nos agradeceram por termos criado o projecto e a pedirem para realizarmos mais edições.

E eu agradeci a todas sem excepção de sorriso bem aberto e abracei as que consegui. Mas a verdade é que por mais que me dissessem que tinha sido incrível eu achava, que ainda ia surgir alguma coisa a apontar o contrário. Só alguns dias depois, quando recebemos muitas mensagens de pessoas mesmo felizes pelo que tínhamos feito, é que consegui assimilar que o Blogging for a Cause tinha sido um sucesso absolutamente estrondoso.

organização bloggers blogging for a cause

4 – Organizar o Blogging for a Cause vicia

A verdade é só uma: Este projecto correu muito bem desde o início. Toda a aceitação foi absolutamente incrível, e por mais cansaço que eu tenha sentido – especialmente nos últimos dias – não me arrependo nem um bocadinho daquilo que criámos e assim que percebi o quanto tínhamos alcançado, já estava cheia de vontade de começar a pensar na segunda edição.

Sim, porque eu sempre disse que não sabia se ia haver segunda edição, mas sim vai haver. A questão é que por mais apaixonante que tenha sido, foi também bastante desgastante e há que ter tempo para nutrir o corpo e a alma. Há que alimentar a mente com outras ideias e projectos e há que saber saborear bem as conquistas. Fiquei viciada sim. Mas agora que está finalizado, está na altura de voltar ao Lolly Taste a 1000% – que ficou de lado por causa do Blogging for a Cause – e quando for a altura certa logo terão notícias nossas 🙂

RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT