The Hunger Games – Em Chamas

Confesso que estava mais que ansiosa para ver este filme, sou fã da saga desde o início portanto eram grandes as expectativas para o ver, e foram sem dúvida nenhuma foram superadas.
Sendo uma sequela, tem a grande responsabilidade de desenvolver uma história que começou no primeiro, de nos explicar um pouco melhor tudo o que envolve estes jogos da fome e acima de tudo preparar o terreno para o grande final que se adivinha épico. “Em Chamas” cumpre na perfeição este papel e apresenta-se como uma sequela que consegue superar o primeiro não só em história  como em efeitos visuais.
No primeiro filme tivemos essencialmente jogo, a parte crua do que se passava todos os anos ao serem seleccionados dois jovens de cada distrito para morrer num jogo cruel, neste segundo aprofundou-se mais, todo o universo à volta dos jogos e por isso este filme sai vencedor.
Ficamos a conhecer melhor alguns distritos e os seus problemas, o Capitólio com os seus habitantes luxuosos e que são representados de forma sublime, destacando aqui o grande trabalho de guarda-roupa que este filme tem.

O jogo em si tem uma duração mais curta do que no primeiro filme, mas este é sem dúvida o jogo da fome mais importante pois prepara de uma forma certeira o caminho para o último filme que será a grande revolução.

Este segundo filme está realmente bem conseguido, gostei da forma como conseguem transpor a ideia de um programa de televisão, dando a sensação que realmente estamos a assistir a estes jogos da fome em directo, para isso destaco também a grande actuação de Philip Seymour Hoffman, que tem uma interpretação irrepreensível e que nos consegue deixar a todos de boca aberta no final do filme.
No entanto mais uma vez Jennifer Lawrence é a rainha deste filme, é indiscutível que estamos perante uma das melhores actrizes do seu tempo, e nota-se o verdadeiro empenho que a actriz tem para dar vida a Katniss, aliás li há uns tempos que as gravações deste segundo filme foram de tal forma intensas, que Jennifer Lawrence magoou-se e ficou surda durante 6 dias. Outra personagem que teve uma verdadeira evolução foi o companheiro dos jogos, Peeta interpretado por Josh Hutcherson, que se mostra mais assertivo e interventivo neste filme.

Fiquei realmente surpreendida com “Em Chamas” e agora resta-me aguardar o terceiro filme que só chegará em 2014 e será dividido em 2 partes. Até lá estou decidida a começar a ler a saga.

Dezembro 10, 2013

RELATED POSTS

2 Comments

  1. Responder

    Jo

    Dezembro 10, 2013

    Até há pouco tempo não ligava nenhuma a esta trilogia… e agora quero porque quero ler os livros antes de ver os filmes todos. Vá-se lá perceber… 😉

  2. Responder

    Cacau

    Dezembro 10, 2013

    Estou ansiosa por este e pelo Hobbit!

LEAVE A COMMENT