Quando o peso não é tudo

Estamos em pleno Verão, época rica em
dietas, preocupações desmedidas com a imagem, loucuras de momento e
decisões de abraçar o exercício apenas por 3 meses.
Aqui pelo blogue, é sabido que pratico
exercício regularmente e durante todo o ano, essencialmente de manhã
antes do trabalho não só porque me faz bem como aumenta muito a minha produtividade durante o dia.
Uma das coisas com  que nós mulheres nos
preocupamos é com o peso e é também no Verão que se fazem as
dietas mais loucas e se tomam suplementos para o baixar
drasticamente. 
Corta-se com o pão, os hidratos de carbono, perde-se peso
rapidamente, fica-se de mau humor e depois em Outubro engorda-se o
dobro.
Por aqui há um cuidado especial com a
alimentação todo o ano, tenho tendência para engordar e por isso
procuro ter uma alimentação equilibrada, para além de
que não tomo qualquer tipo de suplementos, o resultado é um peso
normal com muito poucas oscilações durante o ano.
No entanto isto do peso é um assunto
tricky, porque a verdade é que nos preocupamos demasiado com ele e
nos esquecemos de uma parte importante, a massa gorda que muitas vezes pode estar alta
mesmo pesando pouco.
Hoje foi dia de avaliação e medição
no ginásio, e o resultado foi claro: 55.6 kilos e 29,2% de massa gorda
ou seja sou claramente uma falsa magra. Isto significa que tenho o
peso ideal para a minha altura, posso perder mais 1-2 kilos não
mais que isso, mas não tenho músculo e a massa gorda que deveria estar nos
20% na minha idade está num limite perigoso.
Confesso que já estava à espera deste
resultado tudo porque coloquei a musculação completamente de lado e
passei a fazer só aulas, e acreditem que neste caso a musculação é
claramente muito importante.
Apesar de preocupante não é nada que
não se consiga com esforço, afinal de contas tal como me foi dito a
gordura abdominal é das mais chatas de perder e eu tenho pouca, para
além de que o meu colesterol é perfeito, portanto passa tudo por
fazer umas ligeiras alterações ao que como (essencialmente passar a
introduzir mais produtos integrais, porque no geral a
minha alimentação é boa) e um treino com alguma carga de cardio
mas muito focado na musculação.
Assim sendo comecei hoje um plano de
treino que me foi prescrito com duração de um mês com esperança que passado esse tempo a percentagem de MG tenha diminuído um pouco, após nova avaliação o plano será alterado mensalmente e sempre com novos objectivos. 
Tenho a
dizer-vos que apesar de ter resistência hoje foi realmente duro, no
entanto estou contente porque significa que o meu corpo estava a
precisar de inputs diferentes para acelerar o metabolismo, coisa que
deixa de acontecer quando nos habituamos a uma rotina de treino
sempre igual.
Sendo assim, daqui a um mês cá
estarei para vos contar o resultado.

E por aqui preocupam-se com a vossa
percentagem de massa gorda? 
Sabiam desta importância e que ser um magro saudável não significa apenas poucos kilos na balança?
Agosto 16, 2013
Agosto 26, 2013

RELATED POSTS

11 Comments

  1. Responder

    melody

    Agosto 24, 2013

    Bem, já quase que tivemos esta conversa pelo instagram né?.. Acho óptimo que se pense além dos números da balança? Não é só o peso que importa e, sem duvida, ser magra nem sempre é sinónimo de se ser saudável!

    • Responder

      lollytasteblogvania

      Agosto 25, 2013

      é mesmo isso mafalda, o peso muitas vezes é realmente enganador:-)

  2. Responder

    Ana Couceiro

    Agosto 24, 2013

    Uma curiosidade querida, qual o ginásio e quanto pagas?

    http://allaboutmakemehappy.blogspot.pt/

    • Responder

      lollytasteblogvania

      Agosto 25, 2013

      eu ando no virgin de oeiras e pago 49.95€.

  3. Responder

    Vanessa

    Agosto 25, 2013

    Eu então devo fugir completamente a esta mania das magrezas, porque a minha luta diária é sempre para engordar mais e principalmente para perder massa gorda e ganhar músculo. Não gosto de aulas, muito por causa disso, porque emagrece e nada aumenta a massa muscular. Musculação é o melhor!

  4. Responder

    L.

    Agosto 28, 2013

    Acho que o que dizes das aulas depende nao so da pessoa como das aulas que se fazem. Body pumb, localizada sao aulas de força e nao de cardio. Eu so faço aulas. Nunca fiz musculaçao. A ultima vez que medi a massa gorda foi da ultima vez que reentrei no gymn e andava nos 23%. foi ha um ano e meio. vou marcar outra avaliação so para comparar. Depois se me lembrar venho ca contar 🙂

    • Responder

      lollytasteblogvania

      Agosto 28, 2013

      Eu costumo fazer body pump e Gap gosto imenso, mas sinto que neste momento o meu corpo precisa realmente de um treino especifico e mais focado que é o que está a acontecer agora:-), no entanto continuo a fazer aulas, adoro mesmo e não vou deixar de fazer:-) 23% é bom, depois conta então o resultado:-)

    • Responder

      L. das horas

      Abril 12, 2016

      Que engraçado eu tinha comentado este post 😀 passado 3 meses entrei para a musculação e desde lá aumentei o peso e diminui a massa gorda. Ronda os 19/20 % num peso de 60kg. 🙂

    • Responder

      lollytasteblogvania

      Abril 12, 2016

      a verdade é que a musculação é mesmoooo muito importante, não dá para fugir, é a melhor forma de conseguirmos esculpir o corpo 🙂 Parabéns pelos teus resultados.

  5. Responder

    Ju

    Agosto 29, 2013

    oh pá eu cá é tudo, é peso a mais, é massa gorda a mais, é comida a mais, exercício a menos, uma tristeza!! Agora então que deixei o ginásio, bhaaa, mas quero voltar até porque sinto necessidade de fazer novamente exercício físico! E focar-me mais na alimentação, vê se me dás aí umas dicas se faz favor 😉

    • Responder

      lollytasteblogvania

      Agosto 30, 2013

      não sejas exagerada que tens uma barriga invejável e nas férias uma pessoa desleixa-se um bocado mais né? Eu ando super focada, mas ter um plano de treino com objectivos também ajuda:-) A alimentação claro também é muito importante, e na próxima semana vou inserir uma novidade nesta minha nova fase, depois conto:-)

LEAVE A COMMENT