Paris (parte 2)

Estou de volta do fim-de-semana de Paris, e apaixonei-me completamente pela cidade. É linda, romântica e completamente envolvente.
Para tornar estes dias ainda mais perfeitos, esteve imenso calor desde sexta até segunda (pelos vistos o tempo já mudou e hoje já estava bem cinzento).

Fiquei completamente espantada com a quantidade de pessoas que usam o metro. Paris tem 14 linhas que nos leva a todo o lado, por isso muitos optam por não ter carro e usar este transporte, bicicleta ou moto. O metro está sempre cheio, tipo hora de ponta lisboeta mas lá seja dia ou noite, dia de semana ou domingo aquilo está sempre cheio (durante a semana encerra à 1.30h, ao fim-de-semana às 03h e reabre sempre às 06h).

Uma coisa que me chamou a atenção, foi reparar que os jovens usam este meio para sair à noite, vi imensas miúdas vestidas impecavelmente, saltos altíssimos e micro vestidos à espera do metro, rumo à night, coisa que não acontece em Lisboa:-)


As estações cheiram um bocado mal, porque os franceses deixam os sem abrigo lá dormir por causa do frio, e o metro transporte está bastante sujo devido à quantidade de pessoas que usam.

No sábado fomos ao Louvre, 10€ de entrada, e fiquei de boca aberta com o tamanho do museu, é simplesmente GIGANTE. Já me tinham dito que para o Louvre era um dia, eu achava um exagero, mas agora posso confirmar, estive lá 7 horas para conseguir ver tudo. Este museu encerra às 18h, por isso aconselho a quem for visitar ir cedo, ou não consegue ver tudo, e aconselho também a entrarem pela parte de baixo (entrada do metro que vai dar directamente às galerias comerciais, porque se tentam entrar pela entrada principal, a da pirâmide, são filas intermáveis.

Sugestão
6 anos de Lolly Taste
No entanto vale mesmo muito a pena, tem obras de arte absolutamente maravilhosas, e o próprio museu é lindíssimo. Quanto à Mona Lisa, o quadro é pequeno, e para conseguir chegar perto é preciso furar pelas centenas de pessoas que estão constantemente em frente ao quadro.

Depois fomos passear pelos Campos Elisios para fazer tempo até que ficasse mais escuro, para podermos ir à Torre Eiffel, não só para evitar tanta fila, mas porque à noite fica iluminada e lógicamente muito mais bonita. Uma curiosidade, de noite, às horas certas, durante 5 minutos, a torre fica com uma iluminação extra e começa a brilhar (como aparece no video em cima).
O bilhete foram 13€, e mesmo indo de noite ainda demorámos quase 2 horas para conseguir subir e descer.

Domingo foi dia de ir à Notre Dame, e sem dúvida que a catedral é mesmo muito bonita. Vale a pena subir lá acima para ver a vista e as gárgulas de perto. O pior é que são centenas de degraus e não há elevador. A entrada na catedral é gratuita, mas para subir já se paga não sei o valor, porque até aos 26 anos, cidadãos europeus não pagam e como só faço 26 em Agosto:-)

A seguir fomos ao centro de arte moderna George Pompidou, o edifício é extremamente moderno, possui diversas exposições e uma biblioteca gigantesca. Pude ver quadros de Picasso, Kandinsky, Miró, Matisse, Andy Warhol, entre muitos outros. A entrada são 12€, eu paguei 9€, porque até aos 25 é mais barato.

À noite, fomos à zona boémia do Moulin Rouge. Para quem quiser ver um espectáculo tem que desembolsar 100€ por pessoa…nós passámos essa parte.

Sugestão
Camboja
De resto Paris é uma cidade EXTREMAMENTE cara, onde não se consegue comer por menos de 20€.
A comida é bastante boa, aconselho o salmão fumado como entrada, e chamo a atenção para eles não comerem mais nenhum peixe sem ser mesmo salmão. Nada de Douradas, Robalos, Peixe-Espada, nada de nada. É salmão, carne ou marisco:-)
Os franceses como não tem praia, qualquer bocadinho de sol é bom para vir à rua e deitarem-se no chão, seja relva ou calçada, eles deitam-se sem se importarem se está sujo ou não, querem é sol.
Outra coisa que me chamou a atenção foi ver membros do exército, a andarem tranquilamente na rua com metralhadoras. Pelo que soube deve-se ao facto de ter sido proibido o uso de burkas em França e uma vez que a comunidade muçulmana é muito grande, pode haver problemas, eu vi uma mulher no Louvre completamente tapada e faz de facto alguma confusão. Para além diso, os conflitos da Libia também não ajudam muito à imagem da França para com o mundo muçulmano, por isso é comum o exército andar no meio da rua completamente armado.
E pronto penso que é isto, aconselho também o bilhete de metro diário, são 3.70€, dá para 3 zonas durante 24horas, compensa bastante.

Ainda me faltam ver bastantes coisas, mas como vou regressar em Maio e em Junho, terei tempo suficiente para ver outras coisas que me interessam.

Abril 12, 2011

RELATED POSTS

4 Comments

  1. Responder

    Lux

    Abril 12, 2011

    Ainda bem que gostaste…
    Sim, Paris é uma cidade fantástica, a cidade Luz!
    Estive lá uma semana e tal e quase não tínhamos tido tempo para ver tudo!
    Também me apaixonei pela cidade.
    Se tiveres oportunidade, um dia vai também a Lyon, a segunda maior cidade de frança, que vale bem a pena.
    É linda demais… Para além disso, frança é um país cheio de cidadezinhas pequenas que são simplesmente encantadoras.
    Já andei por lá três vezes, e voltava já amanhã se pudesse…
    Agora, quando vires na tv uma imagem da Torre Eifel, já podes dizer "já fui feliz aqui!".

    xoxo
    Lux

  2. Responder

    lollytasteblogvania

    Abril 13, 2011

    @Lux: Adorei a cidade, é linda, ampla e cheia de luz, ainda por cima tive sorte de estar um tempo maravilhoso. Foi óptimo para conhecer e matar algumas saudades. Obrigada pela dica de Lyon, sem dúvida a reter:-) Mas também gostava muito de ir a Roma! Beijinhos****

  3. Responder

    Le Blonde

    Abril 13, 2011

    Vania que belas dicas… vou copiar e guardar para por no meu roteiro! 😀

  4. Responder

    lollytasteblogvania

    Abril 13, 2011

    @Le Blonde: Entretanto volto lá em Maio, por isso depois dou-te mais dicas das coisas que visitar. Mas uma coisa é certa, Paris é mesmo muito muito cara:-) beijinhos****

LEAVE A COMMENT

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.